Home » Blog » Oficina de fotografia: novos olhares sobre estética negra

Oficina de fotografia: novos olhares sobre estética negra

Da redação

Sob o comando do fotógrafo Fafá Araújo, começou no último sábado (05), a segunda edição da oficina “A fotografia como meio de expressão, informação e valorização da estética negra”. As atividades ocorrem na Casa do Instituto Mídia Étnica (Dois de Julho), sempre aos sábados, das 9h às 13h. Interessados podem ainda realizar inscrição através do link:https://goo.gl/forms/RFdIyLlKc9sHRicG3

Além dos fundamentos básicos, a oficina fomenta o debate acerca da estética negra, tendo como referências vida e obra de fotógrafos/as negros/as, a exemplo de Gordon Parks, Malike Sidibé, Seïdou Keita, Walter Firmo, Lita de Cerqueira, entre outros.

Fafá adianta que os participantes durante as atividades  serão convidados a ressignificar seus olhares, percebendo que é possível enxergar, além do que os olhos podem ver. “Almejar-se trabalhar a oficina de forma pedagógica, alinhando a teoria e a prática, para que olhares sejam sensibilizados a compreender a composição fotográfica  como meio de expressão política, informação e valorização da estética negra”, revela o fotógrafo, que também é pedagogo e militante do movimento negro.

img_0072

Primeira turma da oficina. (Foto Fafá Araújo)

A primeira turma teve como resultado a “Mostra Olhares Internos: descolonizando a percepção sob(re) uma visão negra-poética-conceitual”, com exposição dos trabalhos produzidos nas atividades propostas na oficina. Segundo Fafá, “a qualidade de imagens a serem clicadas por alunos e alunas nesta segunda edição do curso não será diferente”, garante o professor.

O investimento total do curso é R$ 350 e pode ser parcelado ou pago à vista com desconto. É aconselhável que os participantes possuam câmera, sendo elas de qualquer modelo ou tenham dispositivos móveis que possibilitem o registro fotográfico (celular, tablet, entre outros).

scroll to top